O que um Firewall tem que fazer na sua rede?

O que um Firewall tem que fazer na sua rede? Vá além do bloqueio de ameaças de rede para proteger, gerenciar e controlar o tráfego de aplicações e informações na sua rede ou wifi

O firewall amadureceu

Os firewalls tradicionais com inspeção dinâmica de pacotes concentram-se no bloqueio de ameaças na camada de rede, avaliando as portas e protocolos usados pelo tráfego na camada de rede. Os firewalls de próxima geração (NGFWs, nextgeneration firewalls) mais recentes utilizam a inspeção profunda de pacotes para examinar toda a carga de transmissão de dados do pacote e oferecer prevenção avançada de invasões, proteção contra malware, filtragem de conteúdo e proteção contra spam.
Muitas aplicações são disponibilizadas pelas portas comuns de compartilhamento na Web e pelos protocolos HTTP ou HTTPS. Consequentemente, os firewalls tradicionais não conseguem examinar essas aplicações e tornam-se incapazes de priorizar um tráfego produtivo e seguro em lugar de um tráfego improdutivo e potencialmente inseguro. Os firewalls de Próxima Geração oferecem insight sobre as aplicações propriamente ditas, oferecendo um recurso importante aos profissionais de rede.

Com a disseminação da computação em nuvem e das tecnologias da Web 2.0, agora os firewalls têm outro desafio — o controle de aplicações.

O que o SonicWall Application Intelligence and Control faz?

Com os firewalls da SonicWall, é possível identificar e controlar todas as aplicações em uso na rede. Esse controle adicional melhora a conformidade e prevenção de vazamento de dados por meio da identificação de aplicações com base em suas assinaturas exclusivas, em vez de portas ou protocolos. Isso é feito pela visualização do tráfego de aplicações para determinar padrões de uso e, em seguida, pela criação de políticas detalhadas para aplicações, usuários ou até mesmo grupos de usuários, bem como horário e outras variáveis, para um controle flexível que possa se adaptar a qualquer requisito de rede.

Atribuir largura de banda para aplicações críticas ou sensíveis a latência.

Como o SonicWall Application Intelligence and Controle funciona?

Com o uso de um amplo banco de dados de assinaturas de aplicações em crescimento constante e atualizado automaticamente, a SonicWall identifica aplicações com base em seu “DNA”, em vez de atributos menos exclusivos, como porta de origem, porta de destino ou tipo de protocolo. Por exemplo, é possível permitir mensagens instantâneas, mas bloquear a transferência de arquivos, ou permitir o acesso ao Facebook, mas bloquear o acesso a jogos do Facebook. Esses controles também estão disponíveis para todo o tráfego TLS/SSL criptografado, que deve ser inspecionado assim como conexões não criptografadas. E é possível visualizar os resultados dos seus controles facilmente, permitindo ajustar o uso de aplicações e otimizar a largura de banda da rede.

Controle categorias de aplicações, aplicações individuais e recursos específicos dentro das aplicações.

11 COISAS ÚTEIS QUE SEU FIREWALL DEVERIA FAZER

  • Controlar as aplicações permitidas na rede
  • Gerenciar a largura de banda para aplicações críticas
  • Bloquear aplicações peer-to-peer
  • Bloquear componentes improdutivos das aplicações
  • Visualizar o tráfego das aplicações
  • Gerenciar a largura de banda para um grupo de usuários
  • Bloquear ataques de ransomware e violações
  • Identificar conexões por país
  • Prevenir vazamentos de dados por e-mail
  • Prevenir vazamentos de dados por webmail
  • Gerenciar a largura de banda para o streaming de áudio e vídeo

Quando você soma tudo isso Plataforma de alto desempenho + Inspeção profunda de pacotes + Prevenção de invasões + Inteligência, controle e visualização de aplicações

Fonte: Sonicwall.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *